Focos de fogo aumentam em Mato Grosso com tempo seco e calor

INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) detectou 99 focos de fogo no estado de Mato Grosso.
Uma grande massa de ar seco se intensificou sobre a Região Centro-Oeste do país e já há vários dias vem reduzindo os níveis de umidade do ar. O sol forte, o tempo aberto e ausência de ventos e da chuva contribuem para deixar a vegetação mais seca e o número de queimadas já começou a aumentar. É bom lembrar que a falta de chuva é comum nesta época do ano, pois o inverno é normalmente uma estação seca no Centro-Oeste.

O monitoramento por satélites do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) detectou 99 focos de fogo no estado de Mato Grosso nas últimas 48 horas. O estado aparece em primeiro lugar no ranking de queimadas nesse período, seguido pelo Pará com 77 focos e o Maranhão com 58 focos.

Chama a atenção o dado mensal. Mato Grosso já acumula 1.848 focos de fogo até o momento neste mês. Em junho de 2016 foram no total 1.417 focos, de acordo com dados do INPE.

Ainda no balanço de junho deste ano, já foram detectados pelo INPE 413 focos de fogo em Goiás, 134 em Mato Grosso do Sul e 7 no Distrito Federal. O número de queimadas em Goiás e Mato Grosso do Sul também já é superior na comparação com junho de 2016.

Os meses do inverno são os mais secos na Região Centro-Oeste do país e o número de focos de fogo tende a aumentar nesse período justamente por causa da ausência de chuva. A presença da massa seca sobre o Centro-Oeste do país está deixando as madrugadas mais amenas na Região. Não há ar polar intenso, mas o céu sem nuvens acentua o resfriamento nas noites e madrugadas.

O sol forte durante o dia faz as temperaturas subirem rapidamente e a sensação é de calor. Principalmente em Mato Grosso, as máximas estão alcançando os 34°C.

Essa diferença entre a temperatura mínima e a temperatura máxima é chamada de amplitude térmica. O Centro-Oeste ainda terá vários dias com grande amplitude térmica ou popularmente chamado de efeito cebola. O sol continua forte e por enquanto não previsão de chuva.

fonte: 24 Horas News