Policial baleado em resgate de empresária sai do coma e começa fisioterapia em Cuiabá

Sidney Ribeiro dos Santos foi baleado no rosto enquanto participava de buscas por sequestradores da empresária. Suspeito que atirou no policial é procurado.
O investigador Sidney Ribeiro dos Santos, que foi baleado no dia 18 de novembro nas buscas pelos sequestradores da empresária Milene Falcão Eubank, saiu do coma e já começou a fazer fisioterapia. A informação foi divulgada nesta terça-feira (28) pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), unidade ao qual o policial trabalha.
Sidney está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital São Benedito, em Cuiabá. Segundo o delegado, Sidney saiu do coma no final de semana e conversou normalmente. O investigador já consegue movimentar braços e pernas e começou a fazer fisioterapia.
Sidney foi atingido no rosto. Ele já havia passado por cirurgia para retirado do projétil, que atingiu a medula. O policial estava com o colete à prova de balas, mas foi atingido no rosto.
Ainda conforme o delegado, existe a previsão que o policial passe por outro procedimento cirúrgico para colocar um pino.
Suspeito
O principal suspeito de atirar no investigador é Kelves Gonçalves da Silva, de 28 anos, conhecido como Kelvinho, que já esteve preso na Penitenciária Central do Estado (PCE) e é membro de uma facção criminosa.
Na semana passada três pessoas foram presas durantes as buscas por Kelves, em Cuiabá. Outras oito pessoas já estavam presas por envolvimento no sequestro de Eubank.

FONTE: G1 MT