Silval entrega que 17 deputados receberam R$ 600 mil em ‘mensalinho’.

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) “entregou” em sua delação que, pelo menos, 17 deputados estaduais e ex-deputados receberam “mensalinho” para que não “criassem problemas” e apoiassem os projetos do Executivo. Ao total, os parlamentares receberam propina de R$ 600 mil, cada um.

Os parlamentares citados por Silval foram o atualmente deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), os deputados estaduais Jose Domingos Fraga (PSD), Oscar Bezerra (PSB), Gilmar Fabris (PSD), Baiano Filho (PMDB), Silvano Amaral (PMDB), Romoaldo Junior (PMDB), Wagner Ramos (PSD), Mauro Savi (PSB) e Dilmar Dal Bosco (DEM), e os ex-deputados estaduais Hermínio Barreto, Luiz Marinho, Airton Português, Alexandre César, Antonio Carlos Azambuja, e os prefeitos de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), e de Juara, Luciane Bezerra (PSB).

Em imagens divulgadas pela TV Centro América, neste sábado (26), é possível ver Airton Português na sala do ex-chefe de gabinete de Silval, Silvio Corrêa, no Palácio Paiaguás, recendo os valores. Ezequiel Fonseca e José Domingos chegam juntos, contam o dinheiro, o colocam em uma caixa e vão embora.

Em novo trecho das gravações feitas por Silvio Corrêa, Gilmar Fabris aparece conversando com o ex-chefe de gabinete sobre a quantia de dinheiro a que cada deputado teria direito naquele dia.

Silvio: chegou um pedaço aí

Fabris: pedaço? Por que? Oxi… Só um pedaço?

Silvio: 100 mil reais

Fabris: por que? Porque todo mundo tá levando inteiro!

Silvio: tá nada!

Fabris: tão levando como?

Silvio: cinquenta (mil reais) (…) Mas amanhã vai acontecer mais! (…) Segunda também

As imagens também mostraram Emanuel Pinheiro enchendo os bolsos com R$ 20 mil e Luciane Bezerra colocando o dinheiro na bolsa e pressionando Silvio por uma quantia maior. Alexandre Cesar também aparece colocando R$ 50 mil em uma mochila.

Fonte: ReporterMT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *