Tarifa de energia elétrica terá aumento de 8,36% em Mato Grosso

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs um reajuste médio de 8,36% nas tarifas da Energisa Mato Grosso. Para consumidores conectados em alta tensão, o aumento seria de 3,15%, e para a baixa tensão, de 10,62%.

A proposta de reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária da companhia, processo que é feito de quatro em quatro anos com o objetivo de manter o equilíbrio econômico-financeiro da concessão.

O processo ficará aberto em audiência pública entre os dias 24 de janeiro e 22 de março, com sessão presencial em 22 de fevereiro, em Cuiabá.

Se aprovadas, as novas tarifas valem a partir de 8 de abril. A distribuidora atende a 1,3 milhão de unidades consumidoras em 141 municípios de Mato Grosso

OUTRO LADO

Por meio de nota, a Energisa explicou que a revisão tarifária faz parte do contrato de concessão e o valor ainda será definido após a realização das audiências públicas. Também coloca que a data para o reajuste é sempre o dia 8 de abril.

NOTA

Sobre a divulgação realizada hoje pela Aneel, a Energisa reforça que se trata da primeira audiência para dar início às avaliações para a revisão tarifária. Não foram aprovados reajustes de tarifa. A revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão e tem como objetivo obter o equilíbrio das tarifas com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas efetivamente reconhecidas pela ANEEL. É importante lembrar ainda que essa revisão tarifária acontece em ciclos de cinco em cinco anos e a data base de reajuste anual no Estado de Mato Grosso é sempre 8 de abril.

Fonte: Folhamax